• Andréa Catrópa

memes - interação-palavra-imagem

Atualizado: 29 de Nov de 2018

Meu filho havia comentado comigo sobre um meme que havia visto. Nele o foco era a palavra "whomst" e eu simplesmente não me lembrava de tê-la ouvido.

Seria alusão à algum termo do Inglês arcaico? A coisa cheirava à sátira, mas fui (toda comportada) procurar seu significado no Oxford Dictionary. O Ravi me desautorizou imediatamente. É claro que a definição não estaria ali, mas no Urban Dictionary. A entrada havia sido criada em 2016, por um usuário chamado "lighting guy":

WHOMST - For times when you want to ask "who or whom", but need a fancier connotation.
(QUEMST - Para os momentos em que você quer perguntar "quem ou quem", mas de um jeito mais pedante)

Também estendemos nossa pesquisa ao site Know your meme e descobrimos a origem do termo. Isto é, as primeiras vezes de que se tenha o registro em que whomst foi usado. Além disso, na mesma página, há um aplicativo de estatísticas, mostrando o interesse que o termo vem causando ao longo do tempo.

Nesse percurso, fui conhecendo um pouco mais sobre as formas de disseminação e registro de informação entre as gerações mais jovens, além de observar a questão formal dessas peças. Expressões que caem no gosto dos interatores e acabam sendo replicadas e recriadas em outros memes tornam-se uma referência tão fugaz quanto proliferante. Por exemplo, a frase "Me, an intellectual" (eu, um/uma intelectual), que segue na mesma linha de ironizar o pedantismo, como neste meme engraçadinho:

Não sou uma conhecedora do assunto, mas o que me salta aos olhos, quando vejo memes, é o seu "desleixo" formal. Mas fui percebendo que isso talvez seja a reivindicação de uma estética "para todos", uma forma de não impedir o acesso de seus produtores baseado na sofisticação dos equipamentos e dos conhecimentos que possuem. Outro ponto que assinala para um pendor democrático dos memes é, não apenas a facilidade com que podem ser transmitidos, como também o fato de usarem elementos da cultura pop entre suas referências.


No entanto, o ponto mais interessante dessa cultura é justamente o fato de que existe ali um deslocamento ou uma modificação dos sentidos consolidados em cada material utilizado. De certa forma, o meme transforma o seu material e cria para ele um novo significado, ainda que a ironia ou a sátira feita pareça literal.

De toda forma, a organização do site Know your meme é tamanha que uma palavra pode ser procurada a partir de diversos filtros. Explorando um pouco esse universo, fui encontrando expressões desconhecidas, como Green text stories, Implying, Imageboards...

Retorno, assim, dessa navegação em camadas com apenas duas certezas: 1) eu teria que nascer de novo para dar conta dos desdobramentos atuais da cultura eletrônica; 2) ah, é por isso que nossos jovens passam tanto tempo grudados em seus smartphones.

© 2018 por Máquina do Mundo. Site de Curadoria Cultural.

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now